O que é a Lean Startup

Nos posts iniciais desse blog, preocupei-me em fazer uma introdução mais conceitual – ainda que fundamental – para o entendimento do que se propõe o movimento das Lean Startups. Argumentei que o principal desafio das Startups é encontrar mercado para o seu produto visionário, que o modelo tradicional de desenvolvimento tem sido o responsável pela alta taxa de fracassos das Startups por alguns motivos bem conhecidos, e que há uma metodologia chamada Customer Development destinada a mitigar o risco de mercado associado à criação de qualquer produto de base tecnológica.

A Lean Startup é a forma prática de implementar a cultura de aprendizado necessária para as Startups, principalmente para o caso das empresas de software. Essa filosofia está ganhando cada vez mais corpo nos círculos de empreendedorismo tecnológico ao redor do mundo, especialmente em seu epicentro, o Vale do Silício, onde os efeitos da crise econômica têm refletido bastante na quantidade de Venture Capital disponível, o que consequentemente tem obrigado as Startups a serem muito mais eficientes e objetivas.

A premissa principal da Lean Startup é de que quanto maior a velocidade e menor o custo de cada grande iteração – onde a Startup valida ou descarta hipóteses importantes sobre o seu produto ou mercado – maiores são as suas chances de sucesso. Não raros são os casos onde essas iterações resultam em mudanças significativas na ideia original dos fundadores, o que Eric Ries chama de pivôs. De fato, em retrospectiva, um ponto em comum que caracteriza a grande maioria das Startups bem sucedidas (ex. Paypal, Flickr, Microsoft, eBay, Youtube, etc.),  é que elas souberam fazer esses pivôs conforme iam descobrindo novas evidências sobre o seu negócio. Esse fenômeno fica bastante claro na leitura do excelente Founders at Work.

A Lean Startup baseia-se na combinação do seguinte tripé:

- Customer Development: Processo detalhado para testar e validar suas hipóteses sobre clientes, produto e mercado. (mais detalhes no post anterior)

- Desenvolvimento Ágil: Aplicação de metodologias tais como XP e Scrum (ajustadas para o ambiente das Startups) que possibilitam grande redução do tempo de cada iteração de desenvolvimento,  aumentando a velocidade do aprendizado através de feedback real dos clientes/usuários.

- Plataforma Tecnológica como commodity: Uso de serviços, frameworks e tecnologias diversas (ex. WordPress, Amazon EC2, Google Adwords, Ruby on Rails, só para citar alguns), que garantem baixo custo e uma agilidade sem precedentes na construção de produtos de base tecnológica.

Em suma, a Lean Startup parte do princípio que tanto o Problema (necessidade do cliente) quanto a Solução (produto) são desconhecidos, e que a descoberta de ambos é um processo iterativo que aglutina o desenvolvimento do produto com atividades de Customer Development, seja por investigação qualitativa (entrevistas, testes de usabilidade, etc.) ou por experimentação quantitativa com software em produção com clientes reais. A figura abaixo ilustra essa integração.

Lean Startup - problema e solução desconhecidos

Para o caso das experimentações quantitativas, Eric Ries fez um diagrama simplificado do que ele chama de Loop Fundamental de uma Lean Startup, que ilustra melhor como a equipe deve proceder nas atividades “dentro do escritório”.

Lean Startup - loop fundamental

O termo Lean aplicado para Startups vem do conceito de Lean Manufacturing,  filosofia de gestão focada na redução de desperdícios. No caso de empresas de software, a maior fonte de desperdício é “produzir software que ninguém quer”. Desta forma, a promessa da Lean Startup é a de acelerar o aprendizado e reduzir esse desperdício, garantindo que a Startup chegue o quanto antes ao Product/Market Fit.

Há uma série de técnicas para serem aplicadas que serão discutidas em posts futuros aqui no blog, tais como split-testing, métricas, MVP, Continuous deployment, Five Why´s, entre outras.

Para finalizar, deixo abaixo uma apresentação sobre Lean Startups feita pelo Eric Ries no Web 2.0 Expo em San Francisco deste ano. Tive o prazer de assisti-la presencialmente junto com meu amigo Miguel Cavalcanti, e depois participamos de uma sessão bate-papo com o Eric Ries e outro empreendedores sobre práticas mais específicas. Para quem ainda tiver tempo, recomendo também assistir ou escutar essa ótima entrevista dele com o Andrew Warner no Mixergy.




Gostou do blog? Acompanhe no meu Twitter as atualizações e outros artigos interessantes sobre empreendedorismo e Startups. Para assinar o blog, pegue o RSS aqui.

  • http://www.manualdastartup.com.br/blog/como-passar-o-primeiro-desafio-das-startups-encontrar-a-combinacao-problemasolucao-para-o-produto/ Manual da Startup » Blog Archive » Como passar o primeiro desafio das Startups: encontrar a combinação Problema/Solução para o produto – Conceitos e práticas sobre Lean Startups e empreendedorismo em geral

    [...] dos MVPs se encaixa ao conceito do Loop Fundamental da Startup apresentado no post anterior sobre o que é a Lean Startup (imagem abaixo). Apesar do critério de saída dessa fase de Customer Discovery ser definido por [...]

  • http://paulabarba.com/2010/06/filosofia-das-musicas/ Filosofia das músicas | paulabarba.com

    [...] com o simples e se der certo, com o tempo vai aprimorando. Sobre isto indico o site do Eric Santos: http://www.manualdastartup.com.br/blog/o-que-e-a-lean-startup/ e em inglês indico o do Eric Ries: [...]

  • http://www.saiadolugar.com.br/2010/12/01/desenvolvimento-de-produtos-metodologia-de-projeto-lean-startups/ Desenvolvimento de produtos: Metodologia de projeto | Saia do Lugar

    [...] bom, mas como eu aplico esse negócio no dia-a-dia?” A primeira recomendação é ler o blog Manual da Startup.  Lá tem muito conteúdo bacana sobre essa [...]

  • http://twitter.com/valoreinovacao Valor&Inovação

    Relatos sobre que podem servir com uma fonte de inspiração e um orientador de ações para aumentar as chances de sucesso de uma startup.

  • http://twitter.com/valoreinovacao Valor&Inovação

    Relatos sobre que podem servir com uma fonte de inspiração e um orientador de ações para aumentar as chances de sucesso de uma startup.

  • http://startupi.com.br/2011/regras-para-a-nova-bolha-de-investimento-em-startups/ startupi » Regras para a nova bolha de investimento em startups

    [...] to the Epiphany), Geração de Modelos de Negócios (Business Model Generation) e o movimento de Lean Startup tornaram-se o be-a-bá das startups. A recompensa: nesta bolha, uma startup pode ativamente se [...]

  • http://startup.blogsebrae.com.br/2011/05/21/inscreva-se-no-floripa-startups-2011/ Inscreva-se no Floripa Startups 2011

    [...] Na próxima segunda-feira, dia 23/05, acontecerá a segunda edição da conferência Startup Lessons Learned Conference (SLLConf) em São Francisco. Para quem não conhece, a Startup Lessons Learned Conference (SLLConf) é a principal conferência em torno do movimento de Lean Startups. [...]

  • http://menkimobile.com.br/karib-o-novo-produto-da-menki/ Karib, o novo produto da Menki | Menki Mobile

    [...] a metodologia “Lean Startup” em nossos produtos e por isto estamos em uma fase de validação e aprendizado. Atualmente, nosso [...]

  • http://startupms.com.br/artigos/o-que-e-lean/ Startup MS – #2 – O que é Lean?

    [...] O Manual da Startup, detalha muito bem como aplicar os conceitos de Lean à uma startup, confira aqui. [...]

  • http://arataacademy.com/port Seiiti Arata Jr.

    Eric, sensacional! Você tem aí de cabeça alguns exemplos de brazucas que tem aplicado bem o modelo da lean startup? Eu fiz uma entrevista com o Fermino da HelpIn ( http://empredig.com/lean-startups-no-brasil-o-caso-helpin-com-br/ ) mas gostaria de continuar mapeando e entrevistando outros empreendedores que estejam em uma fase de maturidade já um pouco mais adiantada. Abraços!

  • Renannunes1988

    Gostei das informações, porém necessito de mais informações para que eu possa fazer um artigo detalhado com respeito ao assunto de LEAN Start up.Poderia indicar-me livros ou artigos.
    abraço

blog comments powered by Disqus
Get Adobe Flash playerPlugin by wpburn.com wordpress themes