Archive for April, 2010

Os mitos das Lean Startups – abertura da SLLConf

Posted in Apresentações, Eventos, Lean Startup on April 26th, 2010 by Eric Santos – 6 Comments

Nesta última sexta-feira, aconteceu em San Francisco a Startup Lessons Learned Conference, primeiro grande encontro dedicado a discutir os conceitos e técnicas das Lean Startups, tais como Customer Development, Minimum Viable Product (MVP), Pivôs, Métricas, Continuous Deployment, entre outros. O evento teve um conteúdo excelente, composto por palestras, estudos de casos e painéis diversos. Steve Blank batizou a conferência de Woodstock para empreendedores, e até veículos tradicionais como o New York Times mostraram como a natureza da criação e desenvolvimento de Startups está mudando bruscamente com a ajuda deste movimento. Aqui no Brasil, muita gente assistiu o evento presencialmente nos simulcasts em Floripa ou BH, ou até diretamente via streaming Web que o pessoal da organização resolveu abrir para todos no último momento devido à forte demanda.

Para aproveitar um pouco melhor a riqueza das apresentações da conferência, vou fazer aqui no blog uma sequência de posts com o resumo, observações e indicações de recursos complementares sobre os diferentes assuntos discutidos.

read more »

Startup Lessons Learned Conference – transmissão simultânea no Brasil

Posted in Apresentações, Eventos on April 21st, 2010 by Eric Santos – 4 Comments

Nesta sexta-feira (23/03/10), acontecerá em San Francisco a Startup Lessons Learned Conferece, primeira grande conferência em torno do movimento de Lean Startups.

Acompanho o desenvolvimento desse movimento há um pouco mais de dois anos, estudando os conceitos e experiência prática de gente como Steve Blank, Dave McClure, Sean Ellis, Brant Cooper, Andrew Chen, Sean Murphy e do Eric Ries, que cunhou o termo Lean Startup. Ano passado, quando participei da sua palestra na Web 2.0 Expo em San Francisco, a discussão ainda era muito restrita a um círculo pequeno de pessoas. Vejo que essa palestra na W2Expo foi um ponto de inflexão no movimento, que cresceu tanto em abrangência quanto em profundidade de discussão. Além disso, uma série de investidores importantes tais como Fred Wilson, Mike Moritz, Mark Suster, Mike Maples Jr. abraçaram os conceitos e os têm levado para as Startups do seu portfolio.

read more »

O modelo Freemium para Startups – parte II

Posted in Estratégia, Modelo de Negócio, Pricing on April 8th, 2010 by Eric Santos – 9 Comments

Na parte I desta série, argumentei que o núcleo de um modelo Freemium de sucesso é a parte Premium, enquanto a parte Free é essencialmente estratégia de marketing. Como o processo de Customer Development se propõe a validar se o produto envisionado pelo empreendedor tem de fato demanda no mercado, essa validação – e consequentemente, a construção do Minimum Viable Product (MVP) – deve começar necessariamente pela parte Premium do produto.

Há exceções para esta regra (como debati com o Millor do Empreendemia nos comentários do post anterior), que em geral são aplicadas ao caso de Startups com produtos baseados em network-effect, onde o valor para cada usuário cresce na medida que mais usuários usam o sistema (ex. Twitter, eBay, Facebook, etc.). Ou então para os casos de monetização indireta, onde os usuários não pagam para usar o produto (ex. receitas baseadas em publicidade, programa de afiliados, etc.). Nesse caso, o maior desafio inicialmente é “ganhar tração” e conseguir um grande número de usuários o quanto antes. Para estes tipos de produtos, o MVP deve caminhar mais na direção de um Minimum Desirable Product.

(Obs. Ainda assim, mesmos nestes casos já é possível testar e monitorar algumas métricas de monetização, tais como receitas/usuário.)

Se a parte Premium deve ser validada em primeiro lugar, e cobrar ($$) pelo produto faz parte dessa validação, quando é a hora certa para colocar um preço no produto?

read more »


Get Adobe Flash player